Verónica Estay-Stange: minicurso "Semiótica e musicalidade"

Semiótica e musicalidade: por um percurso gerativo do plano da expressão
Minicurso ministrado por Verónica Estay-Stange (Sciences-Po, Paris) na FFLCH a convite de Waldir Beividas

Datas e local:
De 17 a 20 de agosto de 2015, das 14h00 às 15h30 -  sala 107 do prédio de Letras USP

| Gravações das palestras em áudio, by Ges-Usp Media, Inc.™  |
| 1° dia | Perguntas 1° dia | 2° dia | Perguntas 2° dia3° dia | Perguntas 3° dia4° dia | Perguntas 4° dia

Ementa do curso:
Partindo de análises concretas de um corpus de textos do Romantismo alemão e do Simbolismo francês, nosso curso propõe-se a discutir a hipótese da "musicalidade" como fator de transversalidade entre as diferentes artes (música, pintura, poesia). Em tais sistemas, a musicalidade compreenderia os fenômenos de ritmo e harmonia na música; de prosódia na literatura; por fim, de modulações plásticas na pintura. A pertinência do conceito de musicalidade, no interior da teoria semiótica, procederia, em primeiro lugar, do postulado, enunciado por L. Hjelmslev e depois retomado por C. Zilberberg, de uma transversalidade da forma da expressão em face de suas diferentes substâncias de manifestação. Assim, o ritmo, a tensividade, a concordância ou discordância entre níveis acentuais seriam, a nosso ver, formas da expressão passíveis de modelar tanto a substância sonora quanto as substâncias fônica e plástica. Trata-se, no fundo, do correlato necessário da hipótese de transversalidade da forma do conteúdo – hipótese graças à qual tornou-se possível depreender as categorias estruturais comuns à semântica das diferentes línguas e linguagens. Com base nesse postulado, exploraremos o processo de constituição da musicalidade, procurando flagrar os elementos fundamentais de um percurso gerativo do plano da expressão. Isso deve permitir-nos esboçar um cotejo de nossas propostas com outras hipóteses de constituição semiótica do plano da expressão (Jacques Fontanille, Jean-François Bordron).

Bibliografia:

Bertrand, Denis, Précis de sémiotique littéraire, Paris, Nathan, 2000.

Dessons, Gérard et Meschonnic, Henri, Traité du rythme. Des vers et des proses, Paris, Dunod, 1998.

Estay Stange, Veronica, Sens et musicalité. Les voix secrètes du symbolisme, Paris, Classiques Garnier, 2014.

Landowski, Eric, Passions sans nom, Paris, PUF, « Formes sémiotiques », 2003.

Lévi-Strauss, Claude, Mythologiques, tome I (1964), « Ouverture » ; tome IV (1971), « Finale », Paris, Plon.

Roque, Georges, Art et science de la couleur. Chevreul et les peintres, de Delacroix à l’abstraction, Paris, Gallimard, 2009.

Zilberberg, Claude, L’essor du poème. Information rythmique. Phoriques, Saint-Maur-des-Fossés, 1985.

 

Minicurrículo:
Verónica Estay-Stange defendeu na Universidade Paris 8 sua tese de doutorado em literatura francesa e semiótica. Fez, a seguir, um estágio de pós-doutorado na Universidade de Luxemburgo, acerca das relações interartísticas na criação contemporânea. Juntamente com Denis Bertrand, traduziu, do espanhol para o francês, o livro La casa y el caracol. Para una semiótica del cuerpo, de Raúl Dorra (La maison et l'escargot, Paris, Hermann, 2013). Escreveu artigos, veiculados em vários periódicos, sobre a semiótica geral, a semiótica literária e das artes. Publicou em 2014 a obra Sens et musicalité. Les voix secrètes du symbolisme (Paris, Classiques Garnier). Suas pesquisas incidem sobre as relações entre semiótica, literatura e estética, ao redor do conceito de "musicalidade". Atualmente, além de estar elaborando uma investigação sobre o conceito de "pós-memória" no campo dos "Trauma studies", Verónica Estay-Stange atua como professora de semiótica em Sciences-Po, Paris.

 

Certificados:
Não há necessidade de inscrição prévia no minicurso, que será ministrado em espanhol. Os ouvintes que assinarem presença em, pelo menos, três das quatro palestras receberão certificado de frequência.

 

Organização do curso:
Waldir Beividas
Norma Discini
Elizabeth Harkot de La Taille
Ivã Carlos Lopes

Data do evento: 
Segunda-feira, 17 de agosto, 2015 - 14:00 até quinta-feira, 20 de agosto, 2015 - 15:30

 

Confira também:
Após o curso, Verónica Estay-Stange e Denis Bertrand fazem juntos um Double-international FAPS na sexta-feira, dia 21 de agosto.

< Retornar à página dos cursos de semiótica oferecidos em 2015